rodes

  • CIRCULAR Nº: 08/2017


    ASSOCIAÇÃO A VERDADEIRA VIDA EM DEUS - BRASIL



    CIRCULAR Nº: 08/2017

    Data: 18 de maio de 2017



    MENSAGEM DE VASSULA


    Vassula recebeu uma mensagem de Jesus dirigida ao grupo de oração de Rodes.

    Prezados amigos da AVVD,


    No dia 22 de setembro deste ano, recebi uma mensagem de Cristo Nosso Senhor para o grupo de oração de Rodes. Depois de algum tempo, achei que deveria mandar também para todos vocês, de modo que talvez seja de proveito para outros grupos de oração, além do de Rodes. Vocês vão ver que, de certo modo, talvez ela diga respeito a cada um de nós.

    Enumerei as frases por uma razão: para explicar o que eu entendi desta mensagem, depois de meditar um pouco, para esclarecer as pessoas dos grupos de oração.

    Esta mensagem está associada a uma mensagem que começou no dia 5 de setembro, mas foi concluída no dia 22 de setembro e, antes de terminar aquela mensagem, Jesus acrescentou o que segue abaixo:

    agora diz ao teu grupo de oração de Rodes o seguinte:

    1. nos primeiros dias das Minhas Mensagens, dáveis importância a todos os Meus Interesses, superando perseguições e provações, com alegria; Eu tirei todos vós do poder das trevas e perdoei vossos pecados;

    2. estou lembrando agora a todos vós de transformarem numa chama vosso amor por Mim;

    3. lede Minhas Mensagens, aprendei a Me amar mais!

    4. fazei o bem e transformai-vos a partir do Meu Conhecimento;

    5. vinde refugiar-vos em Mim e serei o vosso Cântico;

    6. Eu leio o coração de cada um de vós e sei perfeitamente de vossas necessidades; portanto, vinde a Mim, o vosso Salvador;

    7. sede a Minha Igreja Viva!

    8. agradai Meu Coração, reuni-vos e recebei Minha Ternura,

    9. anulai em vós tudo o que não vem de Mim,

    10. e trabalhai muito pela vossa salvação e pela salvação das outras pessoas;

    11. recebei Meu Beijo Santo nas vossas frontes, o Amor ama a todos vós!!! ic

    1. Quando vocês foram tocados pela graça de um modo poderoso através de Suas Mensagens e se converteram, vocês levaram a sério tudo o que Cristo estava lhes pedindo para fazer, com garra, alegria e sem medo porque vocês haviam descoberto "a pérola" e o valor dela. Cristo lembra a vocês de como perdoou instantaneamente seus pecados, uma vez que vocês passaram a ser d'Ele e pediram para ser perdoados.

    2. Cristo nos lembra, mais uma vez, para sermos como éramos no início - inflamados, cheios de vida, ávidos - porque parece que nossa chama, de alguma forma, diminuiu, de acordo com Ele, e, se continuar assim, pode ser extinta, pode morrer um dia. Portanto, isto é um aviso.

    3. Mantermos Sua Palavra (a Mensagem) a salvo, ativa e a chama trepidando, e para crescermos em Seu amor e nos tornarmos apóstolos eficazes, precisamos de humildade, morrendo para o nosso eu, humilhando-nos para que Ele nos eleve; Cristo nos recomenda lermos de novo Suas Mensagens, mesmo que tenhamos feito isso no passado; Ele nos recomenda lermos desde o início e não apenas abri-las ao acaso, de vez em quando, como alguns admitem que fazem.

    4. Assim, teremos condições de fazer o bem e de crescermos n'Ele, transformando-nos a partir do Seu Conhecimento. As mensagens de AVVD são repletas de Sabedoria e, ao lermos, aprenderemos a amar Deus do modo que Ele quer que O amemos; conheceremos a Sua Vontade.

    5. Quando em dificuldades, Cristo nos lembra de buscarmos refúgio em Seu Coração. Em Seu coração seremos consolados, encontraremos paz e isso nos dará força quando as dificuldades aparecerem em nosso caminho. Não perderemos a Sua Paz porque estaremos nos abrigando em Seu Coração.

    6. Cristo nos assegura que Ele está no controle de tudo e que Ele sabe mais do que você o que está em seu coração e quais são as suas necessidades; portanto, Ele nos lembra de confiarmos n'Ele e irmos até Ele sem hesitar.

    7. "Sede Minha Igreja Viva!". Quando Ele disse isto, disse de um modo enérgico. AVVD é exatamente isso: é viver no Espírito e ser o que Ele tinha ensinado, na época, a seus discípulos - para serem uma Igreja Viva, através de suas ações e de suas palavras e através de tudo o que Ele nos tem ensinado nas Mensagens. O Coração de Cristo não será indiferente porque, ao fazerem o que Ele recomenda, vocês farão com que Ele se alegre em vocês.

    8. "reuni-vos" - quando Ele disse isso, meu pensamento se voltou direto para o tempo em que Seus discípulos estavam sempre reunidos, compartilhando as alegrias e os sofrimentos, comendo juntos, testemunhando juntos, ajudando uns aos outros, sendo como uma família, unidos no amor e na harmonia. Devemos transbordar tanto de paz e amor de modo que os que estiverem perto de nós sintam essa energia que vem de nós e entendam que somos verdadeiros discípulos de Cristo, formados por Ele. Na bíblia está escrito: Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros. (João 13,35)
    O amor não deve faltar nunca entre nós, nunca! Ficar falando mal uns dos outros é não ter entendido as mensagens de AVVD e com esses atos de brigas uns com os outros iremos desacreditar as Mensagens, seremos o reflexo de uma fruta podre. Reunirmo-nos apenas uma vez por semana para rezarmos juntos - e alguns se reúnem até menos de uma hora para rezar e depois saem - parece que não é isso o que Cristo quer que a gente faça. Ele quer que nossas reuniões de oração ocorram mais do que duas vezes por mês. Ele nos recomenda uma vez por semana por uma hora, e ainda que nos reunamos de vez em quando, mesmo que seja para uma refeição juntos, um café, estarmos juntos para compartilhar nossas experiências espirituais. Alguns grupos de oração fazem isso só por obrigação - reúnem-se uma vez por semana, oram, então encerram a reunião e vão embora para casa. Isso não está certo. Então, acho que Ele quer que trabalhemos mais para a Sua Mensagem estando juntos, já que fomos chamados para sermos colaboradores na Sua Obra, do mesmo modo que quer que colaboremos uns com os outros.

    9. Para estarmos em condições de fazer o que Ele nos recomenda, temos que morrer para o nosso "eu" e nosso "ego" e dar nosso tempo para Ele. Precisamos de humildade e não, de sermos senhores dos outros. Em outras palavras, devemos ser um reflexo de Sua Imagem.

    10. Cristo nos recomenda que trabalhemos ainda muito para atingirmos a perfeição, e me deu a imagem de uma escada que se tem que subir para chegar ao céu. Parece que estamos preguiçosos para subir e continuamos num degrau, em algum lugar, não suficientemente alto. Temos de nos concentrar mais em Cristo e isto será pela releitura de Sua Mensagem, uma vez que realmente nos vivifica. Quando Cristo acrescenta "e a salvação dos outros", entendo com estas palavras o seguinte: como Cristo nos lembrou no início quando veio até nós e nos arrancou do poder das trevas, Ele nos levou a descobrir o magnífico banquete espiritual que preparou para as nossas almas famintas, que são as mensagens de AVVD. O que fizemos, então? Caímos direto na comida, famintos como estávamos, mortos de fome, e nos regalamos com ela e aí então, uma vez satisfeitos, caímos numa poltrona e lá ficamos e cochilamos? Ou nos comportamos como a Samaritana depois do encontro com Jesus, correndo até a aldeia, com as mãos para o alto, gritando de um lado para o outro ao passar pelas vendas da aldeia e, ao se deparar com as pessoas, gritava que tinha acabado de conhecer um grande Profeta, o maior de todos! Ela testemunhou em voz alta e fez uma cidade se levantar para ouvi-la, porque ela estava cheia da alegria do Espírito. Somos assim também?

    11. Somos, mais uma vez, marcados em nossa fronte com o Beijo Santo de Jesus.

    Então, o que mais precisamos? Levantar, acordar e ouvir a Voz de Cristo...

    Em Cristo, Vassula

    Que Deus nos abençoe.



    Leonardo Cesar Harger
    Contato Nacional

    Site oficial:
    www.tlig.org/pg.html
    Site AVVD Brasil:
    www.avvdbrasil.org.br

  • 2012 - Peregrinação em Rodes - Encontro de Libertação e Exorcismo: Qual a diferença entre a oração de libertação e o exorcismo

    Qual é a diferenca entre a oracão de libertacão e o exorcismo?

    Ainda podemos acreditar no diabo?

    "Padre, toda essa palestra sobre o diabo é medieval - é claro que você não pode acreditar mais nele! No século 21, com tudo o que a ciência nos ensinou, não podemos mais acreditar nesses mitos.

    E sem falar que até mesmo muitos cristãos já não acreditam na existência de Satanás e do inferno, que é a separação eterna de Deus. Há uma verdadeira conspiração de silêncio sobre este assunto, até na Igreja Católica.

    "O maior truque do diabo é convencer de que ele não existe!" — disse Charles Baudelaire. Assim, ele tem carta branca para fazer o mal: semeia confusão na mente das pessoas, incita ressentimentos e ódios, incita brigas e divisões e induz aqueles que caem em suas armadilhas ao desespero e ao suicídio. Ele leva as pessoas ao pecado, tenta desviá-las de Deus, da obediência e do amor a Deus. Satanás quer transformar a humanidade em sua aliada na sua própria rebelião contra Deus e Jesus Cristo.

    O que vou lhes dizer não é apenas o resultado de estudo teórico. Desde que eu comecei meu ministério exorcismo, faz sete anos , atendi a quase 2 mil pessoas, na maioria vítimas das inumeráveis armadilhas do diabo. Não posso dizer que vi o diabo cara a cara, mas escutei-o em várias ocasiões e vi um mundo invisível, mas muito real, de escuridão, violência, ódio, opressão e sofrimento. E fora do comum, e eu não esperava isso! Satanás é um atormentador! Em sete anos, lidei com cerca de 20 casos de "possessão".

    Aqui estão alguns exemplos:

    Uma mulher que consultou médiuns, foi para curandeiros (magnetismo), escolheu seus medicamentos por meio de um pêndulo, sofria de enxaquecas, dores de estômago e acessos de raiva e agressividade.

    Outra se envolveu com espiritismo e escrita automática e ouvia vozes interiores que a atormentavam dia e noite.

    Uma jovem fisioterapeuta que aprendeu Reiki para ser mais eficaz em sua terapia era violentamente atacada à noite por uma presença aterradora.

    Um homem que praticava yoga duas horas por dia e meditação transcendental era perturbado por pesadelos e insônia.

    Um jovem, homossexual ativo e usuário de drogas, estava obcecado por imagens dia e noite e caiu em depressão profunda.

    No entanto,

    há também problemas físicos e mentais que são psicológicos ou psiquiátricos. Eu me deparo com muitos casos assim e sempre os encaminho para um médico. Esses problemas podem ter origens mentais e demoníacas associadas.

    Alguns de vocês, sem dúvida, viram o filme "O Exorcista" feito em 1973 e 2000, ou "O Exorcismo de Emily Rose", produzido em 2006. Há uma parte de verdade nesses filmes, mas também há erros e exageros. Meu ministério não tem muito em comum com esse cinema sensacionalista. Ao contrário, é um trabalho maravilhoso de acompanhamento, escuta, encorajamento e consolo, que leva à libertação e cura realizado não em um clima de medo, mas de confiança e esperança de que o vencedor é Cristo. Ele é o poderoso o Cordeiro de Deus, que foi sacrificado por nossos pecados e ressuscitou para nos dar a vida eterna.

    "0 príncipe deste mundo está vindo (Jo 14,30), mas ele já está condenado" (Jo 16, 11)

    Abramos o Evangelho em Marcos 9, 14-29: o endemoniado epilético

    As vezes, ouvimos as pessoas dizerem que o demônio, o diabo ou Satanás citado na Sagrada Escritura é apenas um meio de expressar o mistério do mal, uma figura de linguagem ou um mito. Dizem que era a forma como a mentalidade da época entendia as doenças que não podiam ser explicadas naquele tempo.

    O inimigo, diabo, Lúcifer, demônio ou Satanás, mencionado na Sagrada Escritura, não é uma figura mítica ou simbólica nem se quer uma personificação do mal ou pecado: os demônios são anjos caídos. Os Padres do Concílio de Latrão (1215) definiram como dogma — e portanto uma verdade da fé — a existência de demônios como criaturas espirituais criadas boas, mas que se tornaram más através de sua própria rebelião (Denz428). O pecado dos demônios é a rebelião, o orgulho e a inveja.

    "Foi por causa da inveja do demônio que a morte entrou no mundo." (Sab 2,4) "Deus não poupou os anjos que pecaram, mas os precipitou nos abismos tenebrosos do inferno." (2Pd 2,4)

    Jesus fez uma clara distinção entre doença e possessão (Mt 10,7).

    CIC — A Escritura testemunha a desastrosa influência daquele que Jesus chama de "homicida desde o princípio", que chegou até a tentar desviar Jesus da missão recebida do Pai. "A razão ela qual o Filho de Deus se manifestou foi para destruir as obras do diabo." 1Jo 3,8 "O mundo inteiro está sujeito ao poder do diabo." 1Jo 5,19 - CIC391-395.

    "Houve uma batalha no céu. Miguel e seus anjos tiveram de combater o Dragão. O Dragão e seus anjos travaram combate, mas não prevaleceram. E já não houve lugar no céu para eles. Foi então precipitado o grande Dragão, a primitiva Serpente, chamado Demônio e Satanás, o sedutor do mundo inteiro. Foi precipitado na terra, e com ele os seus anjos.

    Este, então, se irritou contra a Mulher e foi fazer guerra ao resto de sua descendência, aos que guardam os mandamentos de Deus e têm o testemunho de Jesus. (Ap 12: 7-9, 17).

    São Paulo: "Porque a nossa batalha não é contra carne e sangue"... Ef 6,10-16.

    O Concílio Vaticano II

    15 referências ao diabo. Pois um duro combate contra os poderes das trevas permeia toda a história do homem.
    GS37
    CIC: Anjos caídos 391-2. Jesus e as tentações do diabo: 538-40, 566, 2119; Exorcismos: 517, 550, 1237, 1673; Jesus e seu poder sobre os demônios: 421, 447, 539, 550,566, 635-6, 1086, 1780; Liberdade: 2850, 2853-4; A origem do mal: 397, 413, 1707, 2583, 2851; guerra da humanidade contra os demônios: 407, 409. (43 artigos)
    Audiência Geral do Papa João Paulo II em 20 de agosto de 1986

    Esta é a grande certeza da fé cristã: "O príncipe deste mundo foi julgado" (Jo 16,11), "O Filho de Deus se manifestou para destruir as obras do diabo" (1 Jo 5, 19), como São João testemunha.

    Foi, portanto, o Cristo crucificado e ressuscitado que se revelou como o "mais forte" e que subjugou o "homem forte", o diabo, e o expulsou de seu trono.

    A Igreja participa da vitória de Cristo sobre o diabo, pois Cristo deu aos seus discípulos o poder de expulsar demônios cf. Mt 10 1 • Mc 16,17). A Igreja exerce este poder vitorioso por meio da fé em Cristo e da oração (cf. Mc 9,29, Mt 17,19 ss), que em casos específicos pode assumir a forma de exorcismo.

    Deixemos claro:

    Os demônios são criaturas espirituais, seres com inteligência e vontade. Eles foram criados bons, mas tornaram-se maus através de sua recusa radical e irrevogável de Deus e de seu Reino de amor. Satanás age por meio dos homens para levá-los à rebelião e à perda da eternidade abençoada que ele mesmo perdeu.

    O poder de Satanás não é infinito. Seu poder é espiritual, com influência sobre o mundo matenal, mas é limitado por Deus. A permissão divina para a ação diabólica é um grande mistério, mas "sabemos que todas as coisas concorrem para o bem daqueles que amam a Deus" (Rm 8,28).

    A ação dos demônios pode ser exercida de várias formas e com intensidade variável: por meio da tentação, ele pode aumentar a intensidade dos nossos desejos e nossa concupiscência natural (1 Jo 2,16). Estamos todos sujeitos a esse tipo de tentação: faz parte do combate espiritual. Ele pode exercer um "domínio" significativo sobre aqueles que participam regularmente de distúrbios graves ou que, conscientemente, fizeram um pacto com o diabo. Ele estimula os vícios e as sementes de vícios em nós. Esses são chamados "laços" demoníacos. Ele age sobre os nossos sentidos, nossa imaginação, nossas paixões e nossos sentimentos sensoriais. Não pode entrar no "íntimo da alma", o nosso "coração", trono e santuário de nosso ser, onde só Deus pode entrar. Existe a possibilidade de uma pessoa estar "possuída", estar em estado de graça e enfrentar uma dura batalha espiritual.

    De acordo com o grau de controle do diabo, pode haver 'opressão', 'obsessão' ou 'possessão'. Isso é raro, mas nem tanto (20 casos em sete anos).

    Uma pessoa pode estar sujeita a uma forte influência do diabo sem ser moralmente responsável por isso esse caso, ela pode ser "vítima" de um "contágio demoníaco" por meio da própria família, do seu ambiente ou de atos de violência sofridos por ela. Também pode ser vítima de um "feitiço" ou uma "maldição". Esses casos podem ser muito dolorosos de suportar.

    4. O Batismo oferece uma proteção forte, mas não absoluta. Os não batizados são mais vulneravels a ação dos demômos.

    Satanás sente apenas ódio e desprezo pela humanidade; tem inveja da felicidade eterna prometida por Deus e que ele perdeu. Seu único objetivo é a ruína das almas, para fazê-las perder a herança da vida eterna. Aqueles que não têm fé, que deixaram de acreditar ou deixaram de rezar, que se afastam da Igreja e dos sacramentos ficam muito vulneráveis à sua ação. O diabo anda à espreita, como leão que ruge, procurando alguém para devorar: resistam-lhe ficando firmes na fé " (l Pd 5,8)

    Mas o diabo teme os verdadeiros cristãos unidos a Jesus e Maria, os que são fervorosos na fé e na oração, em união viva com a Igreja.

    Oue problemas e prejuízos uma pessoa pode sofrer como resultado de uma acão demoníaca?

    1. Aversão ao sagrado e oposição às virtudes teologais da fé, esperança e amor

    Dúvidas, falta de esperança em Deus, desânimo, rebelião, blasfêmia; aversão à oração, de Deus e a entrar em uma igreja. Sensibilidade à água benta, relíquias e à invocação "Ó Maria, concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós".

    2. Problemas físicos e mentais

    Sensações físicas, dor física, paralisia temporária, dor de cabeça, frio extremo ou queimadura, cistos, tumores, tremor, insônia, pesadelos, pensamentos obsessivos, movimentos involuntários, tiques, problemas de relacionamento, acesso violento de raiva e agressão a entes queridos. Você ouve vozes que ninguém mais ouve? Você tem a sensação de estar sendo vigiado mesmo quando está sozinho? Você acha que alguém o tocou? Você vê sombras, pessoas que não estão presentes fisicamente? Fracassos recorrentes no trabalho e nos relacionamentos?

    3. Coisas estranhas acontecendo na casa: sons de passos, portas batendo, nuvens de poeira, maus cheiros. Objetos que se movem ou desaparecem. Falha de equipamentos elétrico, carro estrangando. Objetos estranhos que aparecem na casa (travesseiros, colchões). Animais mortos.

    Que práticas Satanás utiliza para afastar a humanidade de Deus?

    Superstição, práticas de ocultismo, espiritualismo, astrologia, horóscopos, pêndulo, tarô, escrita automática, rock pesado, algumas artes marciais violentas: Chi Kung, Krav Maga, etc.

    Consultar espiritualistas, bruxas, feiticeiros, médiuns, curandeiros. Prática ativa de yoga, budismo, meditação transcendental, iniciação tântrica, xamanismo, etc.; pertencer a seitas, especialmente a Maçonaria.

    Certos modismos que envolvem os jovens: Goth, Marylin Manson, grupos satânicos, o mundo do «piercing, tatuagens e talismãs.

    Terapias "alternativas" ou medicinas paralelas que propagam a noção de "energias" (cósmica, astral, universal): Reiki, cinesiologia aplicada, tai chi, chi cong, reflexologia, biofeedback, antroposofia (produtos Weleda, florais de Bach ), etc.

    Vicios: alcoolismo, dependência de drogas, jogo, dinheiro, sexo, homossexualidade ativa, pornografia e perversões.

    Obs.: Muitos jovens hoje são médiuns sem o saber!

    Na França, estima-se que existam cerca de 40 mil videntes, médiuns, mágicos e xamãs: número igual ao de médicos de família. Já perdi a conta o número de pessoas que foram prejudicadas por esses charlatões, bruxas, curandeiros, etc. Gastaram muito dinheiro e os seus sofrimentos não diminuíram, muito pelo contrário! Quando a fé verdadeira diminui, aumenta a variedade de crenças e a credulidade! Jovens e até crianças e pais de família honestos veem pornografia na Internet e ficam atados a espíritos malignos.

    Diferença entre a simples oração de libertação e uma oração de exorcismo

    A oração de libertação é usada para "laços demoníacos" que se poderia chamar de "fracos". Cabe ao sacerdote exorcista discernir entre os problemas que a pessoa está vivendo e a gravidade das "portas de entrada". Eu sempre começo com uma oração para "rompimento dos laços" e libertação Simples. Se, ao longo dessa oração, houver "manifestações" significativas, significa que é necessário passar para o exorcismo (que geralmente tem que ser repetido várias vezes).

    Qualquer sacerdote pode fazer a oração de libertação.

    Obs.: O texto desta palestra é suficientemente detalhado para dar às pessoas informações gerais e referências precisas. Dependendo do que for dito pelos demais palestrantes, vou eliminar da minha palestra o que já tiver sido mencionado. Normalmente, eu não passo de 40 minutos.

    (Pe. Jean-Régis Fropo, Diocese de Fréjus-Toulon, França).
    2012 - Peregrinação em Rodes - Encontro de Libertação e Exorcismo





    Livro: "90 perguntas para um padre exorcista" - Curando a opressão demoníaca
    JR Fropo Emmanuel
­