Notícias

Circulares

CIRCULAR Nº: 17/2018 - Para todas as Associações de AVVD


ASSOCIAÇÃO A VERDADEIRA VIDA EM DEUS - BRASIL



CIRCULAR Nº: 17/2018

Data: 01 de outubro de 2018





Para todas as Associações de AVVD

18 de setembro de 2018



No dia 4 de setembro, impelida pelo Espírito do Senhor escrevi a carta, que segue abaixo, aos membros da Fundação, que foi lida no seu encontro recente. Todos concordaram com o que menciono nessa carta sobre como devemos, de agora em diante, lidar com o Livro Único e com o livro HIR de AVVD. Então, por favor, leiam-na também cuidadosamente e sigam o que foi escrito. Lembrem-se de que todos devemos estar cientes que fomos chamados por Cristo de acordo com o Seu propósito.

Assim, de agora em diante, royalties não mais serão cobrados e enviados à Fundação ou a qualquer pessoa. Todos os livros de AVVD referentes às Mensagens não terão preço estabelecido, mas confiem em nosso Senhor, e uma caixa (contendo os livros) deve ser colocada em cima de uma mesa onde qualquer pessoa que queira um livro pode deixar uma doação e levar o livro, e isto deve ser anunciado também em todos os encontros.

Isto também se aplica ao Livro HIR. Confiamos que Deus proverá o suficiente na nossa caixa de doações a fim de podermos reimprimir o Livro Único e o Livro HIR. Naquele tempo Jesus tinha-me dito: “Eu te dei gratuitamente, por isso dá gratuitamente.”

Além disso, parece que nem todas as Associações têm uma quantia consistente em dinheiro para imprimir o Livro Único e os Livros HIR e isto pode ser motivado por várias razões. A primeira razão é:

A) Ou são muito poucos participantes nos grupos de oração de AVVD e consequentemente, devido à estagnação, raramente um grupo de oração no seu país consegue ter pessoas suficientes participando de suas despesas financeiras, ou porque estão ocupadas com outras devoções e focam mais em outras devoções e não estão completa e puramente ligadas à AVVD, ou é um dos países que passa por séria crise financeira e as pessoas, embora em quantidade, não têm possibilidades de colocar uma quantia substancial na conta de sua Associação para providenciar a publicação de livros, ou por muitas outras variadas razões.

B) Mas aqui apresentam-se também razões negativas: Ou a Associação entrou em um coma de eterno sono e não faz nada para expandir as mensagens, e senta-se sobre as mensagens, ou faz a coisa errada e nunca funciona, ou não evangeliza o suficiente, ou nunca se esforçou para fazer um retiro, ou nunca se compromete em produzir algo que possa trazer um suprimento de ajuda financeira, como por exemplo, fazer medalhas ou camisetas para vender em retiros, se é que alguma vez fazem retiros de AVVD, portanto, este tipo de Associações incluindo seus grupos de oração, que talvez não tenham mais do que 3 pessoas, não são eficazes. Precisam acordar se disseram ‘sim’ ao Senhor. E sobretudo se substituíram meu nome pelo nome deles. O que Jesus me pede, pede o mesmo a todos aqueles que substituem meu nome pelo deles. “Qual casa é mais importante, a tua casa ou a Minha?” Pensem. E tudo quanto eles deveriam ter feito para sair evangelizando e compartilhar este Dom, este Banquete Espiritual!

Muitas vezes, as razões das Associações para não fazerem nada, e estou me referindo à cláusula A, é que esquecemos que todos nós, em todos os países, estamos comprometidos devido ao Chamado espiritual de Deus. E que somos todos UM e não divididos em Suas Mensagens. Nós somos uma família AVVD todos unidos para compartilhar as Divinas Mensagens de AVVD e assim anunciar o Reino de Deus.

Infelizmente, devo dizer, muitos de nós não seguimos o que as Mensagens nos ensinam, nem o que o Evangelho nos ensina sobre como as primeiras Comunidades Cristãs se comportavam naquele tempo. Muitos de nós estamos bem longe disso e até falamos sobre UNIDADE e Amor mas, do modo como tem acontecido nestes 33 anos, muitas vezes não agimos desta maneira entre nós. Muitas vezes nossos atos contradizem o que testemunhamos.

Esta é a razão pela qual eu escrevo também para todas as Associações. As Associações que têm muito, devem repartir com as que têm menos. Eu não quero sentir que nos tenhamos afastado. Quando eu estava fazendo uma maratona viajando pela Itália, no passado mês de maio de 2017, a Itália precisava de ajuda financeira para a missão que eu deveria fazer, de cidade em cidade, por um mês inteiro, e tivemos de pedir a duas Associações para ajudarem. Eu disse que lhes devolveríamos esse dinheiro porque acreditávamos que teríamos o suficiente para reembolsá-los depois da coleta que faríamos durante nossos encontros. Não tivemos nada. Como tivemos muito poucos participantes, a Associação Italiana não conseguiu devolver-lhes o dinheiro. Uma das Associações exigiu- o de volta! Isso foi muito chocante para mim, porque compreendi como estamos divididos entre nós mesmos e longe de sermos como as primeiras Comunidades Cristãs, onde nosso Senhor as provia e as expandia. “E o Senhor acrescentava cada dia ao seu número os que seriam salvos,” quando eles repartiam e porque repartiam. (Ler abaixo).

Se não podemos nos expandir mais rápido depois de 33 anos, eu me pergunto, ‘estamos satisfazendo nosso Senhor? Estamos verdadeiramente unidos entre nós e prontos a ajudar uns aos outros? Ou trabalhamos para nós mesmos, para nosso próprio ego e satisfação? Somos uma equipe? Entendemos realmente a profundidade das Mensagens? Estamos interessados em distribuir as Mensagens gratuitamente e confiar em Nosso Senhor?’

Por isso, as Associações devem aprender a ser uma equipe, e unidas, devem compartilhar e ajudar umas às outras quando for necessário, preocupando-se umas com as outras; se representamos as Mensagens da unidade e somos ‘apóstolos da unidade’ devemos pôr isso em prática e não pedir de volta o que doaram para ajudar uma outra Associação, especialmente quando precisaram de ajuda para uma missão ou uma evangelização.

Quando fomos chamados por Deus para AVVD, para o Seu Plano de Misericórdia, nós dissemos ‘sim’. E por isso, todo o trabalho que tem sido feito e que está sendo feito, é realizado por trabalhadores voluntários. E eu agradeço a todos que têm trabalhado por tantos anos para Deus. Deus abençoe todos vocês.

Por favor leiam agora o seguinte: Atos 2, 42-471


42 Eles mostravam-se assíduos ao ensinamento dos apóstolos, à comunhão fraterna, à fração do pão e às orações.
43 Apossava-se de todos o temor, pois numerosos eram os prodígios e sinais que se realizavam por meio dos apóstolos.
44 Todos os que tinham abraçado a fé reuniam-se e punham tudo em comum;
45 vendiam suas propriedades e bens e dividiam-nos entre todos, segundo as necessidades de cada um.
46 Dia após dia, unânimes, mostravam-se assíduos ao Templo e partiam o pão pelas casas, tomando o alimento com alegria e simplicidade de coração.
47 Louvavam a Deus e gozavam da simpatia de todo o povo. E o Senhor acrescentava cada dia ao seu número os que seriam salvos.


1Bíblia de Jerusalém. (Nota do tradutor)


Em Cristo,
Vassula


4 de setembro de 2018 (carta lida em voz alta à Fundação)

Caros membros da Fundação,

Em primeiro lugar quero agradecer a todos vocês que estão aqui reunidos em Nome de Deus para trabalhar pelos Interesses de Deus. Lamento não estar com vocês, mas talvez possa acontecer em uma outra ocasião. Não tinha de modo algum a intenção de escrever esta carta. Isto me surgiu há apenas 3 dias atrás, talvez um desejo do Espírito Santo? Tenho que escrever a vocês sobre certas coisas que me deixam abalada. Deus aprecia qualquer boa ação, por isso eu lhes peço que tomem minhas palavras com gentileza e compreensão. É melhor confiar na graça para uma compreensão interior do que nas leis humanas.

Já há meses tenho sido abordada várias vezes por pessoas que não se sentem felizes sobre a forma como o Livro Único em francês, editado pela Parvis, assim como outros Livros Únicos traduzidos, vêm sendo operados e cobrados. Eu sei que já passamos longo tempo discutindo este assunto tomando uma boa parte do tempo em que nos reunimos durante os encontros da nossa Fundação, e acredito que ainda continuará tomando tempo se não enxergarmos este problema à Luz do Espírito Santo e através dos olhos de outros e não apenas dos nossos.

Tal como vocês, eu gostaria de finalizar este problema e nunca mais falar sobre ele. Estamos reunidos para encontrar soluções para o melhor dos Interesses de Deus. Uma das razões por que este assunto continua vindo à tona, é que nenhum de nós tem, na verdade, lidado com a publicação e marketing de um Livro Divino cujo Autor não é outro senão o Próprio Deus.

Muitas vezes ouvimos Jacques lembrar-nos que, o que conta em todo o nosso envolvimento e atividades de AVVD e trabalho voluntário, e a preocupação número um que devemos ter, é: como fazer o mundo conhecer A Mensagem de Cristo e que Deus fala no nosso tempo. E todos nós concordamos nesse ponto.

Se as pessoas não tivessem lido as Mensagens de A Verdadeira Vida em Deus e sem a graça de Cristo que nos formou para divulgarmos as Suas Mensagens e torná-las conhecidas em 86 países, nenhum Grupo de Oração teria sido formado, nenhuma Associação fundada, nenhuma casa Beth Myriam e nem a Fundação. Se hoje estamos comprometidos, é devido às poderosas Mensagens que Deus me confiou e, de minha parte, eu as confiei a vocês.

O Livro Único vendido e distribuído na França pela Parvis, está ainda a um preço chocante de 39 euros, um preço que ainda me deixa abalada, e a 18 euros se for encomendado por qualquer Associação. A primeira edição bonita que saiu em Oxford e Cambridge era então vendida a 8 euros, um preço que todos podiam pagar, e até com uma qualidade melhor do que todos os Livros Únicos de hoje. Steve Fisher foi o benfeitor dessa primeira edição. Hoje o Livro Único não é acessível a muitos e tenho certeza que a Parvis deve efetuar pequenas vendas com pedidos feitos diretamente a ela por pessoas individuais.

Todos nós sabemos o que Jesus me disse (e se Ele diz a mim, diz a todos quando vocês substituem o meu nome pelo seu). Na Mensagem de 20.08.87 o Senhor diz: “deixa-Me livre para agir através de ti, santificada pela Minha Mão; Meu Espírito está sobre ti, noiva, bem-amada de Minha Alma; Eu te dei gratuitamente, portanto dá também gratuitamente.”

Então, este é o meu dilema! Como podemos prosseguir segundo os termos de Cristo e obedecer a Ele, quando no mundo nada é dado gratuitamente? Quando temos que imprimir algo, nada é gratuito e quando queremos um distribuidor, ele tem que ser pago. O que pode ser feito para seguirmos o que Cristo nos pede? Não podemos ignorar o que Ele disse! É uma solução aceitar uma doação de um benfeitor para o Livro Único e depois, durante os encontros de AVVD, contar com doações? E confiar em Deus que as pessoas darão o suficiente para cobrir não somente o custo, mas também para que o benfeitor receba sua doação de volta? Talvez seja...

Algumas pessoas que contestam o alto preço atribuído a um Livro Divino cujo Autor não é outro senão o Próprio Deus, dizem: “por que não confia em Deus e distribui as Mensagens gratuitamente, com uma caixa de doação ao lado?” Sabemos que o Pe. Gobbi fazia isso, mas o seu livro era um livro tipo brochura, barato. Não sei, talvez eu não esteja confiando suficientemente em Deus que isto vá funcionar. O que vocês acham?

Entretanto, deixem-me dar-lhes um exemplo de quem está seguindo bem de perto as Palavras de Jesus e confia plenamente Nele: a Associação grega. Sabemos que a Grécia é um país que está financeiramente em frangalhos. As pessoas que se aposentaram e ganhavam 800 euros, com os cortes do governo, recebem agora 300 euros por mês e algumas vezes ainda menos. Outros que tinham 2.400 euros por mês, hoje recebem 900 euros por mês.

Por isso, os membros da Associação grega que costumavam receber alguma contribuição dos nossos grupos de oração, o que lhes permitia imprimir as Mensagens, diminuíram e não têm quase nada para dar. No passado os volumes eram vendidos a 7 euros, mas muitos eram distribuídos de graça. Atualmente, todos estão sendo vendidos a 2 euros cada livro, mas a maior parte das vezes são distribuídos gratuitamente.

Em vista dessa situação ruim, o Senhor me inspirou a usar o dom da arte que Deus me deu (assim como a Teresa) para me ajudar e começamos a pintar em nosso tempo livre e, dessas pinturas, imprimimos fotos para vender e conseguir alguma espécie de renda para ajudar a Associação a sobreviver e imprimir os seus livros e realizar outras atividades paralelas, como retiros. Devo dizer que a grande tela de Cristo no Getsêmani nos deu um impulso no fôlego de sobrevivência. Recentemente, quando estávamos ficando sem recursos de novo no nosso orçamento, no fundo do poço, de repente Deus nos enviou um grande benfeitor armênio que não tinha conhecimento da nossa pobre situação e nos proveu generosamente. Isso foi, na verdade, uma Ação de Deus que nos possibilitou imprimir o livro HIR. O custo foi de 10.450 euros dados a uma gráfica chamada Chaithemenos, para imprimir 10.000 livros que serão publicados brevemente, ao custo de 1.03 euros por livro. A qualidade é excelente. Então fizemos um trato com Distribuidores ARGOS bem conhecidos na Grécia que colocarão o livro HIR em todos os pontos de venda da Grécia, como quiosques, etc. e cada livro será vendido a 2.00 euros somente.

O Livro Único custou-nos 14.000 euros por 2.000 livros e isso foi pago com as vendas das nossas fotos e telas. O Livro Único hoje é vendido em Livrarias chamadas Públicas, Ianos, Kalos-Typo e em outras, ao preço de 15 euros e, como distribuidoras, não é tão ruim assim. A Associação grega vende-o a 10 euros. Contudo, muitos Livros Únicos são distribuídos gratuitamente pela Associação se notarmos que alguém quer o Livro, mas não pode pagar por ele.

A Associação grega também reimprimiu milhares de todos os pequenos livretos, tais como, os Dez Mandamentos, o Divino Chamado Nupcial, Cântico do Noivo, etc. e também são distribuídos de graça dentro de um jornal local de Rodes, distribuídos não só em Rodes mas em todas as ilhas do Dodecaneso. Deus está no comando e podemos ver que, quando confiamos Nele, Ele abre uma porta larga para deixar Suas Palavras fluir.

Ora, é fato que quanto mais barato os livros são vendidos, mais pessoas têm a possibilidade de ler as Mensagens. Quanto mais caro, menos Mensagens saem para serem lidas e o que ganhamos com isso? É uma lógica simples. Se a Mensagem não for vendida fica nas prateleiras e nos estoques. Todos nós queremos que as Mensagens sejam acessíveis para que todos leiam e por isso temos de fazer alguma coisa sobre este assunto. Temos que tentar com mais firmeza.

Precisamos nos lembrar de vez em quando que as Mensagens de AVVD não devem ser tratadas como se trata um livro comercial feito por mãos humanas, que pode então ser vendido a um preço alto, dizendo que, se lhe for atribuído um preço alto, isso indica o seu alto valor, sua importância e qualidade, porque, se pensamos assim, já perdemos o sentido. O autor das Mensagens é Deus. O Livro é Dele. E Ele o confiou em nossas mãos. Temos em nossas mãos Fogo. Ele o deu a nós pela Sua Misericórdia e o ofereceu gratuitamente a toda a humanidade e ninguém pode vir reivindicá-lo como sendo seu próprio trabalho nem reclamá-lo como sua propriedade, porque ninguém possui uma Propriedade Divina (AVVD). Por isso todos nós devemos ter cuidado com a forma com que lidamos com a Obra de Deus.

Quando nos reunimos para falar em nossos encontros, nós nos reunimos em Nome de Deus sob Sua direção, como servos voluntários de Deus, e não em nome de qualquer indivíduo nem em nome de uma Companhia ou de um Escritório de Administração ou de um Escritório de Contabilidade, etc..

A última vez que estive em Genebra, pedi que a Editora Parvis baixasse o seu preço. Vocês me prometeram que iriam falar com ela. O que aconteceu? Ainda não obtive nenhuma resposta... Se eu me sinto infeliz com o preço da Parvis e isso me incomoda, acredito sinceramente que Cristo também não está feliz. Temos que tentar arduamente encontrar uma outra solução. Imprimir em outro lugar, talvez?

Em nossas diretrizes sugeri que, quem quer que imprimisse o Livro Único, não deveria ter ganho nem perda. Sem ganho, mas somente o que fora investido voltaria para o investidor para reimpressões. Nós NÃO devemos dizer “podemos acrescentar mais 1 euro para outras atividades ou para outros custos, ou porque a Fundação tem de receber os royalties de todos os Livros HIR e de todos os Livros Únicos para cobrir suas despesas...”

É claro que a Fundação também tem que sobreviver. Mas, por que depender de uma Obra Divina que não nos pertence para cobrir suas outras atividades? Quando a Fundação foi criada e funcionava, no começo a Fundação não recebia royalties das Mensagens de Deus, nem do meu livro “O Céu existe, mas o Inferno também”, que não existia. Como é que então sobreviveu? Eu acredito que foi pelos membros do Conselho que eram benfeitores. E por isso eu agradeço a cada um deles. Que Deus os abençoe.

Quanto ao Livro HIR, já foi traduzido em 11 línguas (acredito eu) e ainda está sendo traduzido por pessoas voluntárias de AVVD, não por alguém do Conselho da Fundação. O mesmo se aplica ao Livro Único. Então a maior parte deles foram impressos e publicados pelos membros das Associações. Por isso, como esse trabalho foi feito fora da Fundação, eu acho que a Fundação não pode reivindicar nenhuns royalties das Associações, que trabalharam e conseguiram financiar os livros por sua conta. Na verdade, ninguém deve receber royalties. Eu não recebo, e ninguém mais deve receber. Eu sempre disse, “renuncio aos meus royalties pela simples razão de que o livro possa ser vendido a um custo muito baixo, o menor possível.”

Quando eu disse, eu não quero nenhum royalty para mim mesma e doei meus royalties, isso queria dizer que eu estava obedecendo e vivendo o que Jesus me disse: Eu te dei gratuitamente, por isso dá gratuitamente.

E aqui termino, pedindo a todos os membros do Conselho que reconsiderem suas relações com a Obra de Deus. Não queremos interferências em divulgar Sua Palavra, nem desviar e tratar Sua Obra como tratamos assuntos comerciais, com regras humanas, mas que nos ilumine e nos permita confiar mais Nele, tranquilizando-nos de que Ele sabe lidar com Sua Própria Obra. Devemos pedir-Lhe que nos dê oportunidades para anunciarmos as Mensagens do modo que Ele quer que façamos, não da maneira que achamos melhor. Ele deve continuar nos lembrando que Ele é o Autor e que esta é a Sua Divina Obra de Misericórdia, com a qual estamos lidando. Que não percamos o estado de graça em que Ele nos permitiu estar.

Em Cristo,
Vassula




Que Deus nos abençoe.



Leonardo Cesar Harger
Contato Nacional

Site oficial:
www.tlig.org/pg.html
Site AVVD Brasil:
www.avvdbrasil.org.br
Rádio TLIG:
www.tligradio.org/pt

CIRCULAR Nº: 16/2018 - Mensagem Inédita: "FELIZ O HOMEM QUE MEDITA NAS MINHAS PALAVRAS E ABRE SEU CORAÇÃO PARA ME RECEBER"


ASSOCIAÇÃO A VERDADEIRA VIDA EM DEUS - BRASIL



CIRCULAR Nº: 16/2018

Data: 06 de agosto de 2018



Mensagem Inédita



FELIZ O HOMEM QUE MEDITA NAS MINHAS PALAVRAS E ABRE SEU CORAÇÃO PARA ME RECEBER

11 de dezembro de 2017



Minha filha, louva Meu Nome Três Vezes Santo; não dê atenção àqueles que te demonstram desdém e desprezo! um mau temperamento destrói a pessoa que o possui; presta atenção somente no que Me agrada, pois isto é o que Me honra;

Sou conhecido por mostrar a Minha Força quando Minha Soberana Misericórdia é questionada; tudo que Me agrade e esteja de acordo com a Minha Vontade e todos os atos de bondade terão sucesso através de Mim(1)Significado: suas súplicas serão atendidas.; e aqueles que estavam em necessidade clamarão a Mim: "Eu esperei e esperei na minha provação, pela Misericórdia de Yahweh, pedindo-Lhe socorro, e agora, finalmente, Sua Misericórdia Se inclinou do Céu para mim, meu Deus ouviu meu lamento; Ó Deus, Yahweh, nunca deixastes de realizar maravilhas; bendito seja Yahweh, que realiza prodígios sem cessar através da grandeza do Seu Amor que Ele tem por nós..."

e Eu aconselharia, então:

"sê modesto, permanece modesto em teu proceder e gentil nas tuas atitudes, e pratica a virtude;

sê investido de nobreza, nunca te esquecendo da tua Origem;(2)Origem significa: vindo de Deus, que é a Fonte da Vida. abaixa teu olhar porque em tais corações Eu me alegro e posso permanecer!"

Vassula, Minha filha, agarra-te a Mim! nutrida em Minhas Cortes Celestiais, Eu te designei, e a nenhum outro, em Meu Chamado(3) as Mensagens de A Verdadeira Vida em Deus., como avaliadora de muitas nações e credos, para seres como um farol com a Minha Mensagem, e atraíres todas as pessoas para Mim, para que Eu possa curar; é para Mim que elas devem retornar, para Mim...

feliz o homem que medita nas Minhas Palavras e abre seu coração para Me receber; confia em Mim, Vassula, e permanece em Mim, teu Deus e teu Tudo ; amo todos vós!


(1) Significado: suas súplicas serão atendidas.
(2) Origem significa: vindo de Deus, que é a Fonte da Vida.
(3) as Mensagens de A Verdadeira Vida em Deus.





Que Deus nos abençoe.



Leonardo Cesar Harger
Contato Nacional

Site oficial:
www.tlig.org/pg.html
Site AVVD Brasil:
www.avvdbrasil.org.br
Rádio TLIG:
www.tligradio.org/pt

­